terça-feira, 3 de agosto de 2010

Projeto Ciclovias

Estamos planejando entregar ao Prefeito, um projeto de ciclovias permanentes em pontos estratégicos de Goiânia.
Onde você gostaria de ver ciclovia (indique rua e ponto de referência, ...)?

Postem ai galera, quanto mais gente brigando por essa causa melhor.

Agraço a todos.

38 comentários:

  1. Esse projeto visa a permanencia da atual "ciclovia" ou propoe a criação de uma verdadeira ciclovia?

    Digo isso porque eu já fui a cidade de Santos em SP, e andei na ciclovia deles. É outro mundo aquilo hehe. Quem não conheçe a ciclovia de Santos, vai uma foto: http://commondatastorage.googleapis.com/static.panoramio.com/photos/original/969173.jpg

    Se for um projeto para fazer uma ciclovia de verdade, eu dou maior apoio, mas se for para continuar com essa pseudo-faixa de cones, não dá certo rsrs.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Em qualquer ponto onde exista canteiros centrais. Ótimo espaço para as ciclovias. E já falei isso ao prefeito quando estive com ele.

    ResponderExcluir
  3. Ciclovias permanentes, não ciclofaixas.

    ResponderExcluir
  4. Em época em que todos falam de "Eco-Atitudes" algo tão básico, tão fundamental, tão necessário como ciclovias são menosprezados pelo poder público, e em uma região com clima tão favorável para o uso de bicicletas fica evidente que só falta alguém de iniciativa na administração da cidade para dar realizar algo assim. @LuizAgapito

    ResponderExcluir
  5. Na avenida liberdade do Setor Riviera, na 136 e na avenida universitária. Estas ruas possuem muito movimento, inclusive de ciclistas.

    ResponderExcluir
  6. Recentemente os prefeitos de Goiânia e Aparecida de Goiânia fizeram um acordo para reforma da av. Rio Verde. Parece que não incluiram ciclovia no projeto. Lá seria uma ótimo lugar para ciclovia ou então em alguma rua paralela à Rio Verde como alternativa. Colocaram bicicletário no terminal Cruzeiro, mas pensaram em como o ciclista chegará lá.

    ResponderExcluir
  7. Enviado a nosso tt. -> @LuizAgapito ISSO!!RT @PedalGoiano: Ok! Anotado.RT @Decio_Coutinho: @PedalGoiano gostaria de uma ciclovia na Assis Chateaubriand / T7 . Centro > sudoeste

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de uma ciclovia na Av Mutirão, Av 85 e T63. É o trajeto para meu trabalho, e futuramente pretendo fazê-lo de bike!

    ResponderExcluir
  9. Uma ciclofaixa em Goiânia, também aos domingos, da Av. Goiás, passando pela Av. Paranaiba, Av. Assis Chateobriant e finalizando no Zoologico... Seria muito legal para a população da região. Poderia até unificar as ciclofaixas, pois aí poderiamos fazer um passeio completo de bike, aos domingos.

    ResponderExcluir
  10. Ciclovia no trajeto Cj Riviera ao Parque Flamboyant. Trata-se de um local de bom tráfego e com espaço para construir uma ciclovia, considerando a lateral da pista de caminhada já existente naquele local.

    ResponderExcluir
  11. Vou dar uma grande volta pela cidade por esses dias e ver em quais lugares eu gostaria de ver ciclovias E elas seriam viáveis hoje. Porque acho que deveria haver ciclovias em todos os lugares, mas sei que isso não vai acontecer de uma hora para outra. Então os lugares mais viáveis são os melhores. Os que têm canteiro central, como o Guilherme disse, são perfeitos.

    ResponderExcluir
  12. Na marginal botafogo.. andar de bike ali é tocer pra não ser atropelado, especialmente pelas motos que ultrapassam pelo acostamento...

    ResponderExcluir
  13. Apoiando a sugestão do @Decio_Coutinho, não seria nada mau uma ciclovia sentido Centro > Sudoeste, na verdade, poderia se estender até o Residencial Eldorado. :)@lekalimonada

    ResponderExcluir
  14. Já que é proibido estacionar nas avenidas T-7 e T-9 e não pintarão a terceira faixa, o espaço destinado ao estacionamento pode ser designado para a ciclofaixa como é feito em vários pontos da cidade de Joinville.
    Já postei dos canteiros centrais que dariam ótimos espaços para ciclovias.

    ResponderExcluir
  15. Apoiando a idéia do Anônimo: "Uma ciclofaixa em Goiânia, também aos domingos, da Av. Goiás, passando pela Av. Paranaiba, Av. Assis Chateobriant e finalizando no Zoologico... Seria muito legal para a população da região. Poderia até unificar as ciclofaixas, pois aí poderiamos fazer um passeio completo de bike, aos domingos.

    ResponderExcluir
  16. Sugiro ciclovias nas avenida Paranaíba, Tocantins, Av. Goiás, Av. Araguaia (principalmente, Av. 85, T-63, Av. Independência (por favor!), Av. Multirão (seria espetacular), e qualquer outro lugar onde for possível.

    ResponderExcluir
  17. Sugiro na BR-153, perímetro urbano,por lá são muitos ciclistas se arriscando todos os dias.

    ResponderExcluir
  18. Sugiro da Av. D até BR-153 (passando em frente o Goiânia Arena) Não sei o nome das avenidas todas... sorry!

    ResponderExcluir
  19. Uma ciclovia na Avenida Goiás Norte até o centro seria perfeita. Na Av. Goiás Norte existe uma via central para Coletivo que poderia perfeitamente ceder espaço aos ciclistas, já que a periodicidade do ônibu naquela linha é ridícula.

    ResponderExcluir
  20. Pessoal do Pedal Goiano.
    Espero não estar contando nenhuma novidade. Sou funcionário concursado da Câmara Municipal(portanto não sou ligado a nenhum vereador especificamente)e sei que já existe a lei(Lei Complementar nº 169 de 2007) que institui a implementação das ciclovias em Goiânia. Essa lei só precisa sair do papel. está no site do bicicletada http://www.bicicletada.org/Goiania#Aten_o:_Lei_das_Ciclovias_-_Lei_Municipal_169_2007
    Espero ter contribuído.
    Alberto Maia

    ResponderExcluir
  21. Lindiomar Patrício - @lindiomarvp12 de novembro de 2010 05:20

    Apoiado a sugestão do @Decio_Coutinho e complemento da @lekalimonada: "... ciclovia sentido Centro > Sudoeste, na verdade, poderia se estender até o Residencial Eldorado.". Sugiro também toda a Av. República do Líbano.

    ResponderExcluir
  22. É Alberto.. sabemos disso.. por isso estamos na briga com esses politicos, para ver se sai do papel.
    Hoje começamos o nosso abaixo assinado.
    http://www.datacifra.com.br/pedalgoiano.php
    Assina lá e divulgue.
    E vlw pela informação.
    Pois Informação é poder ehehe.

    ResponderExcluir
  23. Acredito que os universitários seriam os maiores apoiadores da causa, então penso que ciclovias ligando as principais universidades, além de ter adesão por grande maioria da massa universitária, serviria realmente como meio de transporte, de casa para a faculdade e vice versa.

    ResponderExcluir
  24. Espero que role essas ciclovias!seria MUITO BOM PRA TODOS!principalmente para os ciclistas!
    ciclovias na av t-63,na 136,rua 10 no st universitário, av Goiás, av t9 e t7 (se for possível)em fim, em avenidas estratégicas que lvem as pessoas de seus bairros ao centro da cidade e a lugares públicos como praças, pq areiao, vaca brava, parque falmbyant, praça universitária e etc!
    Força a esse projeto!

    ResponderExcluir
  25. gostaria que fossem feitas ciclovias no setor leste universitário, pois ir pedalando até a pista do parque flamboyant é muito arriscado, ruas movimentas e motoristas imprudentes.

    ResponderExcluir
  26. Este post foi feito pela Danielle, só que na hora que fui moderar cliquei em excluir. Estou postando o que chegou no e-mail.
    e peço perdão. Isso não acontece.

    Legal, só não pode elitizar! Então aí vai: Av. Goiás norte até os bairros Balneário Meia Ponte, Finsocial, Vila Mutirão, Recanto do Bosque (atendendo a muitos trabalhadores). Para os Campi da UFG aos bairros adjacentes! E Campinas, que é o caos aquele trânsito.

    ResponderExcluir
  27. acho muito boa essa ideia, tomara que dê certo!

    ResponderExcluir
  28. Projeto mais fácil do mundo, abrir ciclovias nos imensos canteiros que existem nas avenidas da capital.

    Começando pela avenida Rio Verde, de lá pela continuação no pedro ludovico, despela pela avenida do hospital lucio rebelo até o areiao. ricardo paranhos, av 85 onde tem canteiro, av 136 no canteiro, ciclofaixa na marginal botafogo, pela 85 vira na republica do libano, av independencia, av leste oeste, av goiás, goiás norte, cota por dentro do crimeia, pega o novo goiania 2, vai até o campus, vira ciclofaixa na rodovia que sai pra nova veneza, volta até a perimetral norte... por ai vai.. chega a ser rid[iculo

    ResponderExcluir
  29. Sou ciclista desde 1980 e ia sempre ao trabalho de bicicleta, depois que fizeram essa revolução nas concessioárias de carros e motos de parcelarem em 60 meses, Goiânia virou um inferno, uma falta de respeito aos pedestres e ciclistas. Antes eu pedalava todos os dias. Agora só aos domingos.O ideal seria ter várias ciclovias. O Horto foi restaurado e não entendi por que não fizeram uma ciclovia igual a do Park Flamboyant.

    ResponderExcluir
  30. Falamos isso com o prefeito. E realmente nem pensaram nisso.
    Mas estamos na luta pelas ciclovias em todas as cidades.
    Contamos com o apoio de todos.

    ResponderExcluir
  31. Bom dia!
    Estamos precisando de mais movimentação, mais agilidade nos projetos, proporcionando assim uma melhor qualidade de vida para a população. Com esse alto preço da Gasolina, do Álcool. Daqui uns dias estaremos todos resolvendo nossos problemas, indo para o trabalho, para faculdade de bicicleta.
    Cito alguns lugares principais para se ter uma ciclovia:
    Av. 136
    Av. T-63
    Rua - 9 Setor Oeste/ St. Marista/ St. Bueno
    Av. Republica do Libano
    Av. 85 até a praça civica
    Tem essas é outras, pois não precisamos so de ciclovias para nosso bem estar, é sim, para o trabalho, para o dia a dia.
    Obrigado!
    Luis da Bicicleta ROSA ;]

    ResponderExcluir
  32. Sugestão que não traria tanto impacto no trânsito e nem nas avenidas:

    RUA C-171, sainda da praça C-170 no Jardim América sentido Nova Suiça, continuando pela T-13 (atravessando a Av. S-1) terminando na Av. Couto Magalhães.

    Neste Trecho do Jardim América existe um ponto positivo que é o fato das calçadas terem 3 metros de extensão de cada lada além do recuo do lote.
    Rafael.

    ResponderExcluir
  33. Admito que implantar ciclovias no centro da cidade não é fácil, já que vc teria que diminuir a largura das calçadas para pedestres, o que causaria protestos. Entretanto, não haverá adoção da bicicleta se as ciclovias forem implantadas apenas em bairros mais afastados da cidade. Daí, a solução mais lógica seria a instalação das mesmas em ilhas mais largas. Av.Universitária, Av. Assis Chateaubriand, Av. República do Líbano, Av. Mutirão, Av. T-7, Av. T-9, Av. 136, dentre outras. Com relação à Av. 85, acho complicado por não ter espaço para trabalhar. Além disso, as ciclovias encontrariam praças, como Cívica, Universitária, dentre outras. Mas, inegavelmente, a adoção das ciclovias pelos goianienses só vai acontecer se os mesmos puderem ir da casa para o trabalho e vice-versa, não restringindo o uso das ciclovias apenas para o lazer aos finais de semana. A cidade realmente só ganhará, se o cidadão deixar o carro em casa ou parar de pegar o ônibus para as atividades do dia-a-dia. Como Curitiba é conhecida pelo seu ótimo sistema de ônibus, Goiânia poderia se estruturar para ser conhecida no Brasil como a capital da bicicleta. O custo que a prefeitura teria com a implantação das ciclovias seria rapidamente compensado com a melhoria de qualidade da vida da população, menos acidentes automobilísticos que geram problemas no sistema de saúde, menos poluição, stress, etc. Nós devemos brigar para a promessa da ciclovia se tornar realidade, sob pena do trânsito da cidade virar um verdadeiro pandemônio.

    ResponderExcluir
  34. Eu acho que a bicicleta será o futuro das cidades, porque onde iremos parar com esaa grande quantidade de automóveis, pra as pessoas mudar seus ábitos teria que construir várias e vária cilclovias, em principal, pra mim, a avenida Indepedencia, porque ela começa no centro e termina em um outro centro maior ainda que é campinas que está amarrotada de carros, e a ciclovia iria desafogar o transito se as pessoas começar a mudar seus ábitos. Bicicleta também é saúde, além de ajudar o meio ambiente.

    ResponderExcluir
  35. Olá a todos! Em primeiro lugar, parabéns pela iniciativa. Qualquer movimento que busque alternativas ao transporte individual motorizado é necessária em todas as cidades do mundo. Chega a ser patético queimar combustível para mover um carro que pesa mais de uma tonelada (peso médio de modelo popular) e ocupa mais de 12m quadrados para transportar apenas uma pessoa por distâncias, em sua maioria, menores de 15km. Mas percebo em alguns comentários a ideia de que a bicicleta só deve ser usada para o lazer, em dias de folga. O uso da bike nos feriados e domingos, para a prática de esportes e passeios, é excelente, sem dúvida. Mas a bicicleta tem que ser encarada como um meio de transporte do dia a dia, integrada aos demais meios de transporte. Incluir bicicletários nos terminais de ônibus representa um avanço nesse sentido. Quanto às ciclovias, nas maiores cidades do país, como São Paulo, os movimentos de mobilização de ciclistas defendem as ciclofaixas, ao invés de ciclovias exclusivas, justamente para não fazer da bike mais uma forma de individualização dos cidadãos. As ciclovias exclusivas acabam por tornarem-se mais uma segregação de espaço, mais uma demanda por poder, por disputa, assim como hoje ocorre com os carros. As ciclofaixas têm, em si, a intenção de integrar motoristas e ciclistas. Devemos buscar uma convivência harmoniosa, e não uma forma de nos isolarmos, nós ciclistas, protegidos por barreiras físicas. Além disso, as ciclofaixas têm custo baixíssimo, apenas referente a tinta e sinalização vertical. O que dificulta as negativas do poder público em implantá-las. Obviamente, num primeiro momento, carros e ônibus (ou melhor, seus condutores) terão dificuldade em aceitar. Vão dizer que as bicicletas estarão "atrapalhando" o trânsito. Será apenas o tempo de conscientizá-los que cada bike representa menos um carro disputando espaço nas ruas, portanto, contribuindo para um trânsito melhor. O dinheiro e o tempo economizados ao se optar por ciclofaixas podem ser convertidos em campanhas de conscientização da população nesse sentido. Alguém num comentário lá em cima até falou em substituir a faixa exclusiva de ônibus por ciclovias! Por favor, não! Transporte coletivo de massa precisa sempre ter prioridade. Da mesma forma os canteiros centrais. Eles são um diferencial de Goiânia, não merecem ser eliminados para abrir caminho à nossa causa. Precisam, sim, serem arborizados para garantir muita sombra para nossas pedaladas! Muito menos as calçadas. Recentes pesquisas revelaram que a caminhada é a segunda forma mais utilizada para locomoção nas cidades brasileiras. Precisamos de calçadas largas, bem pavimentadas, com espaço para pedestres, cadeirantes e todo o mobiliário urbano. As ciclofaixas, se forem utilizadas de forma maciça, vão diminuir, sim, o espaço dos carros. Mas todas as experiências do mundo que primaram pela abertura de mais espaço para os "reizinhos de quatro rodas" já foram inauguradas com prazo de validade vencido. Deixar de priorizar o carro, criando ciclofaixas em todas as ruas e avenidas e faixas exclusivas para os ônibus nas principais vias, forçará os motoristas de carro a buscarem alternativas (transporte coletivo, bicicletas...). O que pode se refletir em cidades mais humanas. O carro deve se restringir a usos esporádicos, como compras de mercado, transporte de pessoas com dificuldade de locomoção ou adoentadas, viagens e sistemas de carona, com todos os cinco lugares ocupados. Espero ter contribuído. Abraços!!!

    ResponderExcluir
  36. Olá a todos. Tenho algumas sugestões, visitem meu blog e Colaborem . Estou disposto a ajudar . Abraço a todos! Arq. Alexandre

    ResponderExcluir
  37. Concordo com o Pedro. A mudança deve ocorrer para Sempre e isso implica na substituição de Carros por Bikes e VLTs e ônibus. Visitem meu blog dêem algumas sugestões também. ABraços

    ResponderExcluir
  38. Acho que na av. T-4, T-1 seria muito bom;pois corta o bueno inteiro.

    ResponderExcluir